domingo, 25 de agosto de 2013

Gato Negro Carmenére 2012




Outra confissão: nunca havia provado nenhum vinho da Vinícola San Pedro. Passava pelas adegas dos Supermercados e tinha preconceito com esses vinhos. Como a proposta deste blog é escrever apenas avaliando o que está na taça, tentando evitar preconceito com preço, procedência e fama, resolvi provar o Gato Negro Carmenére 2012.
A vinícola San Pedro foi fundada no ano de 1865, no Vale de Curicó, Chile. Atualmente é a segunda maior exportadora de vinhos do país, com mais de 1.200 hectares de plantações contínuas e, além disso, tem mais de 1.500 hectares plantados nos principais vales do país.
A proposta parece ser simples: entregar ao consumidor vinhos com boa relação preço-qualidade, fazendo vinhos sem grandes pretensões, mas imbatíveis em sua faixa de preço.
É claro que ao provar vinhos dito "baratos" a chance de decepcionar-se é maior, mas não foi o que aconteceu desta vez.
Produzido no Vale Central, com álcool a 13,5°.
Na taça é um vinho rubi com aromas herbáceos suaves, pimentão verde e tabaco, de boa intensidade, o que já chama a atenção no primeiro momento.
Vinho de corpo médio e taninos finos, com notas condimentadas e boa persistência, álcool bem integrado. Fácil e feito para agradar, mesmo aos que não estão acostumados a acompanhar as refeições com vinho. Pronto para beber, não evoluirá com a guarda.
Acredito que combine muito bem com risoto, massa (o que foi o nosso caso), queijos ou até como entrada.
Grata surpresa. Prova-se que não é necessário gastar tanto para se ter prazer em beber vinho.
Preço= comprado no Supermercado, me custou 25,90 reais.
Nota=85 pontos


2 comentários: